A Evolução da comunicação impactada pela Tecnologia -II

web3

Artigo Científico da PG em Design e Tecnologia Digital da FAAP: ‘Estudos sobre a evolução da Comunicação impactada pela Tecnologia sob uma visão Antropológica. A Web 2.0 e as mudanças nas relações humanas geradas por esse paradgma’ -

Parte 2.

.

.

Daniella Velloso|1|

FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado – PG em Design e Tecnologia Digital -São Paulo, 2009.

Agradeço aos Prof.Thiago da Costa e Silva e Prof.Dr.Caio Adorno Vassão.

.

.PARTE 2:

.

.Marco 4: internet

Os precursores da Ciência da Computação atuaram na guerra como importante fator de inteligência competitiva (diferencial estratégico).

Um exemplo é Alan Turing, que  em 1939 foi convocado pelo ISB-Intelligence Service britânico (Serviço de Inteligência Britânico), no  objetivo de decodificar as mensagens das Enigma alemãs (máquinas eletromecânicas produtoras de códigos cifrados).

.Armand Mattelart, sociólogo Belga radicado na França, autor de diversas obras sobre a mídia, cultura de massa e indústria cultural e hoje presidente do Observatório Francês de Mídia, afirma que “três frentes contribuíram para o progresso da computação: a decifração da correspondência do inimigo, as tabelas de tiro para uso da artilharia aérea (cálculo balístico) e a bomba atômica (com o projeto Manhatan)”|10| , tudo em prol da automatização do campo de batalha.

Em meados dos anos 60, Douglas C. Engelbart, se depara com o o artigo  ‘As We May Think’|11| de Vannevar Bush, publicado na revista na ‘The Atlantic Monthly’ na edição de Julho de 1945.

.Chega a ser interessante imaginar: será que Engelbart tinha noção da linha abordada por Bush ao se interessar pelo artigo?Afinal eles tinham profissões correlacionadas. Engelbart, até então técnico de radar, provavelmente se interessaria por um artigo escrito por Vannevar Bush – uma figura de liderança no desenvolvimento do complexo militar-industrial que durante a 1ª Guerra atuou na indústria do armamento, especificamente no campo da detecção magnética de submarinos. E  que durante a 2ª Guerra fundou o NDRC - National Defense Research Committe (Comitê Nacional de Pesquisa), órgão de pesquisa e investigação no sector militar. Devaneando imagino, a surpresa de Engelbart ao percorrer as frases do texto.

Vannevar Bush sempre será lembrado por seu papel político no desenvolvimento da bomba atômica, mas é reconhecido como precursor da World wide web.

.Nesse célebre estudo, Bush levando em consideração a forma de processamento da mente humana (no sentido de memória, de armazanamento), operando sempre por meio de associações, descreve detalhadamente o projeto do Memex – Memory Extension, uma máquina capaz de estocar um grande volume de informações.

Segundo Bush, esse mecanismo eletronicamente ligado a uma biblioteca, além da capacidade de mostrar automaticamente livros e filmes contidos nela, também poderia estabelecer e seguir referências destes para outros trabalhos referenciados.

Tal recurso mecânico, concebido para suprir as possíveis perdas de informação (por falha da memória humana), é o precursor da idéia de hipertexto. Podemos por intermédio da analogia, dizer que o Memex idealizado por Bush em 1945 é o servidor de hoje.

Influenciado por Bush, Douglas Engelbart desenvolveu os ambientes para a colaboração online. Em 1970, o laboratório de Engelbart já havia criado um sistema de hipermídia|12| e groupware|13|, o NLS – On Line System (Sistema On line, termo usado para identificar processamento eletrônico de dados).

A maior parte dos recursos do NLS,  são usados até hoje – fazem parte do sistema do seu computador. Este foi o primeiro mecanismo capaz de editar telas de duas dimensões, ou seja; duas pessoas editavam um mesmo texto de terminais diferentes.

Links eram criados endereçando objetos e arquivos. Múltiplas janelas com controle de visualização flexível e teleconferência no vídeo foram implementadas. Além disso o mecanismo de entrada não era uma caneta ótica e sim um mecanismo que Engelbart chamou de mouse (Mischitz, 2000)|14|.

Entre as 20 tecnologias patenteadas por Engelbart, importante cientista e pesquisador da área da Interação Homem-Máquina, estão a interface por janelas (windows) e o mouse – inventado por ele há 40 anos atrás (1945) – que até hoje teve seu design reinventado inúmeras vezes.

O cientista de computação Theodor Nelson criou o ‘termo’  hipertexto em 1965, sob o conceito do NLS de Engelbart.
Douglas C. Engelbart, foi precursor das telas de bitmap, do mouse, do hipertexto, das ferramentas colaborativas, e dos conceitos do sistema de retroalimentação. Ele  é considerado o Pai das interface gráficas.

.Vale lembrar que se não houvesse a interface gráfica, hoje continuaríamos a interagir com in put de códigos (algorítmos).

12.Hipermídia: une os conceitos de hipertexto e multimídia. Ou seja, um documento hipermídia contém imagens, sons, textos e vídeos.
13.Groupware: é um software colaboratiro, ou seja, de apoio ao trabalho em grupo.

Mas é insensato falarmos de interface gráfica de 1960 a 1970, sem citarmos outros grandes precursores como Allan Kay (One Lap Top per chield com seu DynaBook e a programação orientada ao objeto), Seymour Papert (Inteligência Artificial), Alan Turing (modelagem de um sistema complexo), Herbert Marshall McLuhan (o meio é a mensagem).

Resumindo a muito grosso modo, seria necessário estender esta pesquisa a Bush e a consulta por associação de idéias, a Engelbert e seu sistema em rede, a Allan Kay e o E-learning, a Norbert Wiener e a Cibernética… (…)

Graças a Michael Dcitouzos, pesquisador do MIT – Massachusetts Institute of Technology (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), em meados de 1960 um único computador foi capaz de compartilhar dados com diversos usuários simultaneamente. Essa foi a base dos estudos que originaram o Roteador|15|, um dispositivo de rede que permite interligar redes distintas, até então via cabo (a internet é composta por inúmeros roteadores interligados entre si).

.A Internet surgiu graças a Guerra Fria (conflito entre os Estados Unidos da América e a União Soviética na década de 60), mais especificamente à ameaça de um ataque capaz de derrubar os meios de troca de informação entre as instituições governamentais americanas e ao ataque ao acervo documental e de inteligência.

Imaginem que nosso planeta está sendo atacado por uma criatura que tem doze garras articuladas e seis patas enormes, como vencer tamanho poder de destruição?

Em vez de se preocupar com esse monte de pernas e patas, você atacaria a cabeça acredito eu.

Partindo deste princípio, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos decidiu desenvolver uma rede descentralizada, ou seja, sem hierarquia de comunicação entre computadores.

Nesse contexto em 1962 é criada a Arpanet|16| , projeto realizado pelo DARPA – Defense Advanced Research Projects Agency (Agência de Estudos Avançados de Projetos de Defesa do governo dos EUA), uma rede sem comando central (sem cabeça), um sistema onde todos os pontos (nós da rede) tem a mesma relevância pois toda a informação é transmitida em pacotes de dados sem ordem definida.
Assim que a tensão entre as duas nações diminuiu (meados de 1970), a tecnologia passou a ser aplicada, interligando  quatro universidades norte-americanas.

Em 1967, Bob Taylor, pesquisador da Agência de Projetos Avançados de Pesquisa (Arpa) recebe US$ 1 milhão para desenvolver um projeto de interligação dos laboratórios universitários que colaboravam com a agência. O objetivo era o de compartilhar os recursos de computação espalhados pelo país. Taylor convenceu Larry Roberts – única pessoa nos Estados Unidos capaz de montar uma rede do gênero, a participar do projeto. Roberts desenhou a configuração original que interligou os quatro centros em meados de 1970.
Assim que a tensão entre as duas nações diminuiu a tecnologia passou a ser aplicada, interligando  quatro universidades norte-americanas.

Com o projeto aprovado, a ARPA abre uma licitação. A maioria das empresas de tecnologia se candidatam, exceto a IBM, que não participou por alegar que uma rede do gênero jamais poderia ser construída.

A BBN Bolt – Beranek and Newman Bolt, ganha a concorrência para produzir o IMP – Interface Message Processor.

Em 1° de maio de 1969, a BBN envia o primeiro equipamento da rede para a UCLA -University of California, Los Angeles (Universidade da Califórnia em Los Angeles).

Leonard Kleinrock, coordenador do NMC – Network Kleinrock Measurement Center (Centro Kleinrock de Medição de Redes), conecta um computador SDS Sigma 7 ao IMP em setembro de 1969.
Este foi o primeiro computador ligado a um nó, do que mais tarde seria a ARPANET.
Após cinco anos, Kleirock concretizou o que havia descrito em seu livro ‘Communication Nets’ (1964): a viabilidade da transmissão de dados por pacote.
Entre a equipe que o ajudou a montar o equipamento, estava o então estudante de pós-graduação Vint Cerf, que mais tarde se tornaria presidente da Cerf Internet Society e vice-presidente da MCI, gigante do ramo de telecomunicações.

Em 1969, no Instituto de Pesquisas de Stanford, Douglas Englebart Stanford (inventor do mouse) monta o segundo nó da rede. Até o final de 1969, mais dois centros de pesquisas são interligados, a UCSB – University of California, Santa Barbara ( Universidade da Califórnia em Santa Bárbara) e a U-The University of Utah (Universidade de Utah).

Em 1970 a palavra Internet é usada pela primeira vez, pelo cientista Vinton Gray Cerf que Junto a Robert Kajn é um dos criadores da internet. O título refere-se ao fato dele ter participado da criação dos protocolos TCP/IP – alicerces da conexão à rede|15|.  Atualmente, Cerf preside a Icann – Internet Corporation for Assigned Names and Numbers, organização responsável pelo gerenciamento e pela regulamentação da internet, e é vice-presidente da Google Inc., desde 2005 quando foi contratado para gerar novas ideias e projetos.

Dr.Norman Abramson, que presidia a cadeira de Tecnologia da informação e ciência da computação da University of Hawaii (Universidade do Hawaii), cria o primeiro pacote de rede sem fio, o ALOHAnet, amplamente usado por quase todas as formas de comunicaçnao sem (Aloha protocol).

.Em 1972 o “@” passa a ser utilizado para a comunicação via E-mail. A tradução sonora desse símbolo é “arroba”, mas o significado equivale a palavra “from” (de onde). Ex.: Daniella@Faap, informa que esta Daniella é da Faap. Dois anos mais tarde, o número de instituições participantes sobe para 40 sobrecarregando a rede, que teve de ser dividida em dois grupos, a Arpanet que se dedicava ao compartilhamento de informação com fins não militares e a Milnet que se dedicava ao compartilhamento de informações militares|12|.

.Em 1974, a Telenet|11| é criada, proporcionando ao público o primeiro serviço comercial de acesso à rede dos Estados Unidos.

Em 1976  Steve Jobs e Steve Wozniak,  que montavam equipamentos na garagem de casa projetam o Apple I – nasce a Apple.

Em 1977, A TheoryNet liga 100 pesquisadores via e-mail – é a primeira lista de discussões na rede.

Ainda nesse ano, Paul Allen e Bill Gates, depois de conhecerem o Apple I, apresentado na Trade Show Start up, desenvolvem o BASIC para o computador Altair 8800 – nasce a Microsoft.

O Apple II 16K de RAM (mas sem monitor), passa a ser comercilisado por $1,195.

.Em 1978 é criada a primeira rede de comunicação BBS – Bulletin board system|13| (Sistema de boletim de bordo), um software que estabelece uma conexão via telefone com um sistema de computador (mesmo príncipio da internet, mas com interface totalmente DOS).

.Em 1979 nasce a USENET – Unix User Network |14| (Usuário de rede Unix), rede onde os usuários postavam mensagens de textos em fóruns. Esses fóruns eram agrupados por temas de discussão, gerando assim grupos de discussão. Os artigos eram transmitidos há uma rede de servidores interligados, o que os diferia da troca de informação via E-mail que são distribuídas diretamente do remetente ao destinatário.

Em 1980, a entidade que se tornaria o grande provedor de acesso e serviços Compuserve é comprada pela H&R Block.

Em 1981, uma rede cooperativa, chamada de Bitnet – Because NETwork (Because It’s Time) inicia na City NETwork, University (Universidade de Nova York), oferece serviços de  correio eletrônico, servidores de lista e transferências de arquivos. A Bitnet se torna uma alternativa à Internet.

A IBM entra no mercado dos computadores pessoais com o PC, com um sistema operacional baseado em CP/M – o DOS. Para entrar no mercado de computadores pessoais, a IBM resolve licenciar o DOS de uma pequena empresa chamada Microsoft – linguagem que estava sendo desenvolvida para a Apple.

Em 1982, O nome Internet começa a ser utilizado para designar as redes que utilizavam o conjunto de protocolos TCP/IP (Transmission Control Protocol e Internet Protocol) escritos por Vint Cerf e Robert Kajn.

Em 1983, mais uma rede alternativa à Arpanet, a Earn Arpanet – European Academic Research Network (Academia Européia de Pesquisa de Rede) começa a funcionar com financiamento da IBM.

A ARPANET é dividida entre uma rede acadêmica e outra de uso específico da área militar (MILNET).

Podemos dizer que a internet nasceu dentro do CERN – Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire (Organização Europeia para a Investigação Nuclear), único local onde cientistas norte-americanos e russos trabalharam juntos durante a Guerra Fria.

Lá, em 1980 o físico Tim Berners Lee, cientista e pesquisador da computação do – MIT LCS – Massachusetts Institute of Technology Laboratory for Computer Science (Instituto de Tecnologia de  Massachusetts do Laboratório de Ciência da Computação), escreveu um artigo científico (proposta) para exibição de documentos por intermédio do que ele chamou de hipertextos, que seriam palavras clicáveis que nos levariam a mais conteúdos relevantes – uma forma de navegar pela informação. Ele criou um browser-editor, o Enquire, sistema que mesmo diferente da Web atual, compartilhou alguns de seus princípios, inclusive idéias da web semântica.

No ano seguinte Robert Cailliau, então Engenheiro de Sistemas juntou esforços (ele foi o primeiro surfista da web). Berners Lee e Cailliau, elaboraram a proposta que influenciou a internet como a conhecemos hoje.

Em 1984 O número de servidores na rede chega a 1.000. O Serviço de DNS – Domain Name System é institui novas redes nacionais – Japan Unix Network, JANET -Joint Academic Network e UK – Joint Network.

Em 1985, é registrado o primeiro domínio .com, da empresa de informática Symbolics.com, da  AOL – Fundação da America On Line.
William Gibson lança o já clássico da ficção científica Neuromancer, , no qual cunha a expressão ‘ciberespaço’.

O Microsoft Windows 1.0  com o Write e o Paint é lançado.

Em 1986 a NSFNet cria um canal de alta velocidade para conectar cinco centros de supercomputação. O resultado é uma explosão no número de universidades conectadas.

Nesse mesmo ano o primeiro Freenet – serviço gratuito de acesso a rede, é criado no estado de Cleveland. Surge o IETF (Internet Engineering Task Force).

Em 1987, O número de servidores na Internet chega a 10.000, enquanto na Bitnet o número chega a 1.000.

Em março de 1988, os fios de telecomunicações que integravam a Rede ANSP – An Academic Network at São Paulo criada e gerenciada pela FAPESP, começam a ser substituídos por cabos de fibra ótica. A primeira conexão no Brasil interligou os computadores das instituições de ensino e pesquisa do Estado de São Paulo entre si e com outros Estados e países.

Um programa clandestino perde o controle e afeta o funcionamento de 6.000 dos 60.000 servidores da rede. O vírus fica conhecido como Internet Worm (o Verme da Internet).

Ainda nesse ano, Jarkko Oikarinen cria o IRC – Internet Relay Chat, um serviço de bate-papo pela Internet.

Em 1989 Tim Berners Lee, criou algumas das utilidades mais importantes para o funcionamento da World Wide Web, a linguagem HTML - HyperText Markup Language ou linguagem de etiquetas de hipertexto, o protocolo HTTP – HyperText Transfer Protocol e o sistema de localização de objetos na web URL – Universal Resource Locator.

O número de servidores chega a 100.000. Austrália, Alemanha, Israel, Itália, México, Nova Zelândia e Porto Rico se ligam a rede. RIPE -Reseaux IP Europeens.

11.BBS:Bulletin board system é um software (sistema informático) que permite efetuarmos uma conexão via telefone, por intermédio de um sistema de computador, tal como hoje se faz com a internet.
15.TCP: Transmission Control Protocol (Controle de Protocolo), norma que define o processo de transmissão de pacotes de dados em redes de telecomunicações, para que eles sejam recebidos na mesma ordem em que foram emitidos.
16.DNS: Sigla para “Domain Name Server “ (Servidor de Nomes de Domínios), é um sistema de gerenciamento de nomes hierarquico e distribuído, operando segundo duas definições: a.Examinar e atualizar seu banco de dados. b.Resolver nomes de domínios em endereços de rede (IPs).

.Em 1990 ele já havia desenvolvido todas as ferramentas necessárias para fazer a web funcionar: o primeiro navegador, o primeiro servidor web e as primeiras páginas web.
Tim Berners Lee criou a World Wide Web (a “teia do tamanho do mundo” ou a Rede Global). Ele juntou a teoria do hipertexto com a parte prática dos protocolos TCP|15| e DNS|16| para gerar o que conhecemos como WWW – plataforma gráfica e interativa que possibilitou que a internet saísse fora dos limites acadêmicos e de pesquisa.
“Fiz uma obra social, e não um brinquedinho”, comentou Berners Lee|14| ao seu referir ao fato de a internet não ser ligada a nenhum sistema proprietário, se fosse, os usuários teriam que pagar para usá-la.

.1990 foi um marco para no mínimo três gerações. Nesse ano Nelson Mandela foi solto após 27 anos de detenção, os muros de Berlim caíram (a Alemanhã foi reunificada) e a internet iniciou seu impacto progressivo a setores tradicionais da mídia: o jornalismo impresso, o mercado editorial e o mercado fonográfico. Tornando-se uma ferramenta de comunicação que potencializa relações sócio-econômicas, e a partir destas relações resignificou termos, entre eles espaço e comunidade.

.Em 1991 a Tim Berners Lee cria o W3C – World Wide Web Consortium, consórcio de empresas de tecnologia que atualmente conta com cerca de 500 membros.

Paul Lindner e Mark McCahill da Universidade de Minesota, criam o protocolo Gopher. Enquanto o Archie – primeira ferramenta utilizada para busca na Internet criada em 1990 por Alan Emtage – indexava  arquivos de computador, o Gopher indexava documentos de texto. Segundo McCahill, o nome do robo veio do mascote da escola.
Para usar os recursos do Gopher, era necessário  conectar-se a um servidor Gopher (os servidores Gopher mantinham conexões entre si formando o que é conhecido como Gopherspace). Em função da decisão da faculdade de Minnessota, de vender licenças de uso, o protocolo desde então, foi perdendo espaço para o html.

Philip Zimmerman inventa um sistema de codificação, o PGP – Pretty Good Privacy. O programa permite o envio de mensagens codificadas pela Internet.

Em 1992, o número de servidores na rede chega a 1 milhão.

Em 1993, a NCSA – National Center for Supercomputing Applications at the University of Illinois (Centro Nacional de Aplicações de Supercomputação dos Estados Unidos ), lança o Mosaic.

A Fundação Nacional de Ciência americana cria o InterNIC para organizar o registro de domínios (patente dos nomes dos computadores) e informações sobre a rede.

O crescimento anual da www alcança 341.634%.

Mais países são conectados à Internet: Bulgária, Costa Rica, Egito, Fiji, Gana, Guam, Indonésia, Cazaquistão, Fiji, Cazaquistão, Quênia, Liechtenstein, Peru, Romênia, Federação Russa, Turquia, Ucrânia e Ilhas Virgens.

Marc Andreessen, pesquisador do NCSA -National Center for Supercomputing Applications (Centro Nacional de Supercomputação Aplicada) da Universidade de Ilinois, disponibiliza para os membros de um grupo de discussão da Usenet, o download do navegador X Mosaic, o primeiro browser (visualizador) da Internet. A grande inovação do X Mosaic é a disponibilidade em várias plataformas (que pode usar tanto recursos do Firefox, quanto do Internet Explorer), facilidade de instalação e de uso além de vários recursos multimídia.

A Wired Mag é lançada. De design sofisticado e vanguardista,  a revista é 100% focada em  tecnologia.

Matthew Gray, cria dentro do MIT LCS – Massachusetts Institute of Technology Laboratory for Computer Science (Instituto de Tecnologia de  Massachusetts do Laboratório de Ciência da Computação) o ‘Wandex’, primeiro search engine web, um web crawler – programa automatizado que acessa e percorre os sites seguindo os links presentes nas páginas. Sua função é estruturar o conteúdo de cada página, indicando o peso e relevância de cada elemento.

.Em 1994  a  ARPANET Internet completa  25 anos.

Em junho deste ano nasce o Portal Lycos na Carnegie Mellon University. Após seu lançamento em 1995 torna-se um grande sucesso comercial. Em Agosto de 2000, após anunciar seu primeiro ano com lucros significativos, a empresa adquire a Matchmaker.com – site de encontros.  Em Outubro de 2000, a Lycos se junta ao portal Terra Networks, para fundar o portal Terra Lycos.

Jerry Yang e David Filo, que eram PHD. em Engenharia Elétrica pela Stanford University (Universidade de Stanford), criam o Yahoo.com (Yet Another Hierarchical Officious Oracle) que rastreia e agrupa assuntos de interesse do usuário, da Yahoo! Inc. O nome foi inspirado no Yahoo, um dos povos criados por Jonathan Swift em seu livro “As Viagens de Gulliver”.

Pela primeira vez um pedido de Pizza Hut poder ser feito online.

Andreessen e Jim Clark, fundador da Silicon Graphics criam a a Mosaic Communications Corporation, logo rebatizada para Netscape Communications, empresa que dominou o mercado de navegadores até receber um cheque-mate da Microsoft que passou a distribuir gratuitamente seu navegador Internet Explorer, que passou a ser distribuido em conjunto com o Windows 95, até se tornar parte do sistema operacional a partir do Windows 98.

Em uma tentativa de manter-se no mercado, a Netscape também oferece seu software gratuitamente, mas já era tarde demais. Como última jogada a Netscape Communications vira o jogo: abri o código de seu software com o Projeto Mozilla -  uma tacada de mestre que só será reconhecida a longo, mas muito longo prazo.

.A AOL/Time Warner, compra a Netscape Communications por quatro bilhões de dólares e dá início a construção de um navegador de código livre.|15|

.A Amazon.com é criada por Jeffrey Bezos, cujo sonho era criar uma loja que vendesse absolutamente tudo. A escolha para a sede foi Seatle, além da insenção de impostos estaduais ali estava um dos maiores distribuidores de livros, a empresa Ingram. Em 1995 a Amazon.com começou a comercializar seus produtos por intermédio de um |16| Portal com menu dividido por mix de produtos, classificados em categorias diferenciadas por cor. Com o aumento de linhas de produto, as abas foram substituidas por um único botão (diretório de lojas), que direciona o usuário para o universo de um determinado produto.
Essa foi a primeira sugestão de usabilidade daquela que é hoje a maior loja on-line do mundo – um padrão que é referência para comércio eletrônico (vendas pela internet) até hoje, baseado em recomendações automáticas personalizadas, ou seja; uma loja que sugere produtos de acordo com seu perfil de interesse (busca) e de compra (base).

.

.Continua no próximo post…


Próximo:    PARTE III – Publicada em 13.Jan.11

Anterior:     PARTE I – Publicada em 07.Mai.10

.

Bibliografia

.

[10] MCT, Ministério da Ciência e Tecnologia. Evolução da internet no Brasil e no mundo – Dominio Publico disponívem em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ci000008.pdf

.

[11] WIKIPEDIA, Encicloplédia Livre Virtual. Internet. Data 04/08/09. Disponível em http://en.wikipedia.org/wiki/Internet#History

SITE INFOCERN, European Organization for Nuclear Research. The website of the world’s first-ever web server Data 04/08/09. Disponível em http://info.cern.ch/

.[12] SITE TERRA, Tecnologia: Internet 10 anos. Data 23/07/2009. Disponível em http://tecnologia.terra.com.br/internet10anos/interna/0,,OI541817-EI5026,00.html

.[13] WIKIPEDIA, Enciclopedia Livre Virtual. Usenet.  Data 04/08/09. Disponível em http://en.wikipedia.org/wiki/Usenet

.[14] VEJA, Revista. Edição Especial de Tecnologia – Editora ABRIL, nº 51, ano 32. Sessão Vida Digital, E ele criou a web – O físico Tim Berners-Lee, o “pai da www”, prevê novo salto da rede com intercâmbio maior de dados – 02/06/2005.

.[15] WIKIPEDIA, Enciclopedia Livre Virtual. Amazon.com.  Data 04/08/09. Disponível em http://en.wikipedia.org/wiki/Amazon.com

.[16] WEBSITE LUKEW, Lukew Interface Designs. The History of Amazon’s Tab navigation. Data 05/07/2005. Disponível em http://www.lukew.com/ff/entry.asp?178

.


  1. Korey Miyake says:

    Halt Whining And Initiate flacco ravens Marketing Campaign In Exchange

  2. Awesome things here. I am very satisfied to look your article.

    Thank you so much and I am having a look forward to contact you.
    Will you kindly drop me a e-mail?

  3. Heya awesome website! Dude. Exceptional. Excellent. I will save your blog plus make feeds additionally? Now i’m happy to find countless handy info within the actual release, we need come up with additional tactics about this respect, many thanks for expressing.

  4. fun free flash games says:

    Amazing! This blog looks exactly like
    my old one! It’s on a completely different subject but it has pretty much the same layout and design. Superb choice of colors!

Leave a Reply